Tamanho do texto: A-A+

Sessões Ordinárias da Casa Diogo de Braga deverão ocorrer pela manhã

Será proposto mudança no Regimento Interno para que as sessões ocorram sempre no horário diurno. Últimos fatos políticos também foram tratados pelo legislativo vitoriense.

 

Plenário vitoriense

Os últimos acontecimentos ocorridos em Vitória de Santo Antão nos últimos dias tomaram a pauta de discussão da Sessão Ordinária da noite desta quinta-feira (09), no Plenário da Câmara Municipal. Cerca de dez Requerimentos foram inicialmente aprovados, a maioria da autoria do presidente Edmo Neves (MD) e do vereador Novo da Banca (PSD).

 

O médico Edvaldo Bione (PMDB) abre as intervenções repercutindo matéria do Jornal vitoriense A Verdade, aproveitando para parabenizar o editor quanto sua abordagem acerca da movimentação política dos vereadores “insatisfeitos” com o tratamento dispensado pelo Prefeito Elias Lira (PSD). Segundo Bione, o periódico reproduziu tenazmente a posição da bancada diante desta dispersão política na base de sustentação do governo municipal. Para reforçar esta tese, o parlamentar lamentou o lançamento precoce, segundo ele, sem consultar às bases, da pré-candidatura do Secretário de Governo, Ozias Valentim (DEM), a deputado estadual nas eleições de 2014. “Será que o prefeito deverá apoiar dois nomes em sua base política? Como fica o aliado dele, deputado Henrique Queiroz (PR)? Ele apoiará os dois?”, indagou na Tribuna da Casa.

 

Por sua vez, o vereador Dr. Saulo Albuquerque (PSB), antes de retomar suas críticas ao governo Elias Lira, usou boa parte de seu tempo para registrar Voto de Pesar pelo falecimento do ex-presidente da Casa, Antonio Pereira da Silva, no último domingo (05). “Antonio Pereira apesar de ser natural de Passira, ele abraçou Vitória de Santo Antão como se fosse de fato o seu berço”, atestou. Para complementar: “A cordialidade e o gostar de manter boas relações de amizade, revelaram uma de suas características, aliás, elas foram resultados de sua forte personalidade”, sentenciou o parlamentar. Após o Município cumprir o Decreto de Luto Oficial de três dias pela sua morte, Antonio Pereira também foi homenageado nesta noite em aparte solicitado por Bau Nogueira (PSD). “Caro Dr. Saulo, não poderia deixar de subscrever o seu Voto de Pesar. Convivi com Antonio nesta Casa Legislativa em dois mandatos. Posso assegurar sua boa índole e a sua capacidade de conviver bem com todos. Deixou sua família em uma situação bem sucedida, pois era um homem de família”, revelou Bau em tom emocionado.

 

Dr. Saulo concluiu seu discurso, tecendo mais uma vez, inúmeras críticas contra o governo de Elias Lira. “A cidade não se preparou para enfrentar o inverno que está chegando. A situação com centenas de buracos espalhados pelas principais artérias confirma isto. Quero acreditar que os palanques foram desarmados para ver a cidade avançar. Não é esta a cidade que Elias Lira apresenta que queremos. Temos um município se revelando com forte potencial industrial, porém não se constata nestes cinco meses de governo nenhuma importante obra em Vitória”, lamentou.

 

Por sua vez, o vereador Danda da Feijoada (PR) registra na Tribuna as felicitações pela passagem do Dia das Mães. O Republicano aproveitou para lembrar ao poder público quanto a situação dos meninos e meninas de rua, parte deles adolescentes totalmente ociosos, nas principais esquinas do Centro Comercial vitoriense. “É preciso que o governo forneça maiores condições para o Conselho Tutelar atuar sobre este descaso”, defendeu.

 

Provocado por Bione, Danda revela aos seus pares que viabilizou com recursos próprios a perfuração de um poço artesiano na Feira Livre do Bairro do Maués, área urbana de Vitória. “Investi cerca de R$ 17 mil na construção deste poço artesiano. Apesar de ser vereador em primeiro mandato, nestes cinco meses já realizei uma obra que beneficiará milhares de pessoas”, relatou orgulhoso, adiantando que pretende continuar este trabalho e promete fazer mais nos Bairros de Lagoa Redonda e Lídia Queiroz.

 

Finalizando, o presidente da Casa, Prof. Edmo Neves, informou entusiasmado aos seus pares, que o processo de revisão do Regimento Interno da Câmara de Vitória encontra-se bastante adiantado e vai disponibilizar a todos os edis cópias para suas apreciações. Ainda, expôs a necessidade do cumprimento do horário por parte dos vereadores. Sugeriu que na próxima quinta-feira (16), o horário da sessão seja antecipado para às 10 horas da manhã. Todos aprovaram. O presidente observou que a maioria das Casas Legislativas dos municípios circunvizinhos promovem suas sessões pela manhã ou a tarde. Diante da novidade, ventilou-se a possibilidade de constar futuramente no Regimento Interno esta sugestão de mudança, permitindo que as sessões ocorram sempre no horário diurno.

Edmo Neves reforça o convite para a solenidade promovida pelo Instituto Histórico na passagem pelos 170 anos de elevação de Vitória de Santo Antão à categoria de Cidade, na noite desta sexta-feira, 10 de maio, no Teatro Silogeu. Convida também para a passeata promovida pelo Conselho Tutelar e o Comdica, no dia 17 de maio – às 8h. na Praça do Fórum, para marcar o dia de combate a exploração sexual de crianças e adolescentes.  (LN).

 

 

Compartilhe esta notícia

10
maio 2013
Comentários: 0 Visualizações:1.941