Tamanho do texto: A-A+

Presidente da Câmara pede estudo técnico para criar plano viário na entrada de Vitória

edmo

 

O vereador Presidente da Câmara Municipal da Vitória de Santo Antão, Prof. Edmo da Costa Neves Filho (PMD), quer que a Prefeitura de Vitória contrate uma equipe de profissionais para realizar um estudo técnico e viabilizar modificações no plano viário em dois pontos estratégicos na cidade. Ele reclama da falta de interligações a principal rodovia federal no Estado com a entrada da cidade e a outra com a rodovia estadual. O parlamentar acredita que estas intervenções ajudarão a criar uma boa condição de mobilidade e sugere que a Secretaria de Infraestrutura e Obras e a Secretaria de Serviços Públicos possam promover a elaboração destes projetos viários.

 

A primeira intervenção seria na entrada do Município, localizado na Rodovia Luiz Gonzaga (BR-232), especificamente próximo ao Posto Santa Cristina, pelo qual a atual artéria não atende a facilidade de acesso a área urbana da cidade.

 

“Atualmente o estado daquela artéria é de extremo perigo aos condutores, pois se encontra logisticamente incorreto e com uma curva extremamente sinuosa, comprometendo a segurança e a integridade física dos que transitam com seus veículos”, atestou o Prof. Edmo Neves. Em seu Requerimento de nº 159/13 o vereador também lembrou que a localidade não permite uma melhor visibilidade, já que não há placas indicativas que facilitem o acesso a cidade, sobretudo aos seus visitantes.

 

A outra intervenção proposta pelo Requerimento de nº 160/13 ao Prefeito Elias Lira (PSD), foi quanto a necessidade de interligação da Avenida Henrique de Holanda, antiga BR-232, com a Rodovia Estadual PE-60. “Sabendo-se que o Distrito Industrial avança gradativamente em Vitória de Santo Antão com a instalação de empresas, inclusive multinacionais, onde nestas trabalham centenas de trabalhadores vitorienses que precisam se deslocar com segurança e agilidade, a obra cumprirá sua importância na medida em que beneficiará também outros empreendimentos, garantindo sua logística, estimulando o desenvolvimento socioeconômico e a segurança de nossos munícipes”, defendeu. (LN).

 

 

Compartilhe esta notícia

30
abril 2013
Comentários: 0 Visualizações:1.632