Tamanho do texto: A-A+

“Obras do novo prédio serão concluídas”, garante o Presidente da Câmara de Vitória

AGORA reforma da Câmara sai: Bruno, Albino, Murilo, Flávio e Edmo acertaram a retomada das obras.

AGORA reforma da Câmara sai: Bruno, Albino, Murilo, Flávio e Edmo acertaram a retomada das obras.

 

Onde havia abandono e desrespeito ao erário público, hoje é agilidade e compromisso público. A Câmara de Vereadores da Vitória de Santo Antão – “Casa Diogo de Braga” espera desde o dia 11 de agosto de 2010 para ser reformada e ampliada. A obra detém uma área de 859,17 M², orçada no valor de R$ 881.020,38., na Praça do Livramento.

Assim que assumiu, o presidente da Câmara Edmo Neves (PMN), solicitou uma auditoria dos valores licitados e pagos nestes últimos três anos, promovendo ainda uma análise dos Boletins de medições e de execução da obra. Decidido em retomar a reforma e ampliação da Casa, o presidente reuniu as partes envolvidas, entre elas a Construtora e Incorporadora Metropolitana Ltda, que foi a vencedora da licitação através do seu representante Murilo Gonçalves, bem como o Engenheiro Civil responsável pela obra, José Flávio Bezerra. Para garantir a agilidade das obras, a Mesa Diretora da Casa contratou em caráter de urgência a empresa Andrade Engenharia, para efetivar o levantamento fiscal, o monitoramento e a execução da reforma. A contratação se baseou no lapso temporal de um serviço que já deveria ter sido entregue, e ainda pelo fato da empresa do engenheiro Albino Andrade (atual vereador presidente da Câmara de Chã de Alegria) já ser reconhecida no mercado local na prestação de serviços à órgãos públicos.

Esta reforma foi uma iniciativa do ex vereador Manoel de Holanda Cavalcanti Bastos (presidente entre 2009-2010), depois passou-se para as mãos da gestão de José Aglaílson (2011-2012) que não deu continuidade a construção do novo prédio, mesmo contando com mais de 50% do dinheiro previsto para a obra em caixa. Confira AQUI.

Para Bruno Alves, Procurador da Câmara, acredita que diante deste esforço o novo prédio estará pronto e funcionando ainda neste semestre. “Atualmente parte do Poder Legislativo funciona de forma precária no prédio do Market Place (na Matriz), onerando as contas com o pagamento de aluguel”, lamentou.

“Se faz necessário dar uma satisfação à sociedade vitoriense atestando o compromisso desta Mesa Diretora em prestar um bom serviço a população, na medida em que deveremos funcionar com instalações adequadas ao seu atendimento”, salientou Edmo Neves.

com informações do A Voz da Vitória.

 

 

Compartilhe esta notícia

20
janeiro 2013
Comentários: 0 Visualizações:1.903